terça-feira, 2 de outubro de 2012

MARISA LOBO: 'ser contra simplesmente não muda nada, falar em tribuna que se é contra não muda quase nada

MARISA LOBO: 'ser contra simplesmente não muda nada, falar em tribuna que se é contra não muda quase nada' VEJA MENSAGEM DA ADHT NO FIM DESTE ARTIGO

Seminário em São Paulo Pró Vida em meio à tribulação das eleições afirma que aborto é
uma idealização da morte e mostra como as estratégias são ilícitas .

Enquanto muitos só se preocupam com política, outros se preocupam com a vida, temos
lutado contra a legalização do aborto por entendermos ser uma mal para humanidade um
crime contra o feto que tem vida, e um crime contra a mulher, que ao conceber já se
torna mãe, inclusive seus hormônios de gravidez começam interagir em seu organismo
preparando essa mulher para maternidade,a natureza biológica entra em ação preparando
o corpo as emoções para receber a vida.

Todos nós sabemos dessa verdade, mas por desejos egoístas muitos “latem” e poucos se
importam efetivamente tanto que agora que a água está batendo na “bunda” literalmente
com a lei a favor do aborto resolvemos gritar de forma legal e ordenada.

O que precisamos saber e entender de uma vez por todas, é que, ser contra simplesmente
não muda nada, falar em tribuna que se é contra não muda quase nada, fazer artigos
como estou fazendo agora simplesmente não muda nada em políticas publicas. Mas, agir
de forma legal e científica, além de gritar e expor, na mídia, e orar, questionar, isso tudo
junto, Muda Tudo. Pode se por exemplo, mudar Leis, projetos e interferir inclusive as
políticas públicas do governo.

Lamento o fato de em momento de eleição muitos políticos perdem o foco e darem um
tempo na luta por não entenderem a urgência e a constância de assuntos como “aborto”,
por exemplo, que independente de seus candidatos, da necessidade de suas vitórias a vida
tem sido derrotada, simplesmente por não a priorizarem como se deve.

Mas nem todos pensam dessa maneira e priorizam de fato a vida e as bandeiras
independente de suas atribuições. Aconteceu em São Paulo dia 28/09 um brilhante
seminário Pró Vida anti Aborto, este seminário mostrou como é possível lutar na política
e ao mesmo não perder o foco da luta que é a vida, pois essa não pode se dar ao luxo de
esperar para depois das eleições continuarem vivendo.

Lembrei-me agora de uma frase bíblica “As pedras clamarão” e acredito que é dessa
forma que DEUS Trabalha se você não faz Deus coloca outras pessoas para fazerem e
que podem fazer muito melhor que você, porque DEUS não vai parar por causa de suas
dores e muito menos por causa de seus afazeres.

Temos que ter em mente que hoje a questão da legalização do aborto é uma idealização
que considera como um progresso da humanidade. Isso além de ser descabido não tem
precedentes são falácias ditas por grupos que querem na verdade descontruir a família e
o Deus que a maioria credita. Não somos contra aborto apenas por ideologia e ou
religião, mas por verdade científica e consenso da percepção humana e das ciências
sociais praticadas por profissionais sérios que não manipulam dados, para atingirem seus
objetivos fazendo a nação e principalmente profissionais de marionetes e/ ou idiotas úteis
as suas causas.

Brilhantemente a mestre em ciência bioquímica, Renata Gusson, que também criticou o
uso, segundo ela difundido, de células de crianças abortadas em laboratórios de pesquisas.
Classificou essa prática como "um arremedo de ciência, uma ciência com c minúsculo
que, às vezes, é puramente ideológica".

Nos que lutamos contra a legalização do aborto sabemos que é ideologia de militantes que
coisificaram a vida e pouco se importam com fatores biológicos, emocionais, afetivos e
ou familiares querem mesmo é banalizar a vida para cumprirem sua agenda de
desconstrução da família intenção é destruir valores claramente de pessoas que acreditam
em DEUS E tem fé contraria neste caso ao aborto, e são inconsequentes quanto aos
prejuízos bio psico sociais.

Dentro desse panorama histórico da disseminação de políticas pró-aborto, remontando à
década de 1950 e ao Conselho Populacional, criado nos EUA pela Fundação Rockefeller
que coloca o aborto como método de controle, falou o Ilustre advogado Rodrigo Pedroso.
Ele lembrou que "a questão da explosão demográfica foi utilizada para justificar uma
primeira estratégia de ações pró-aborto". Uma segunda estratégia, segundo Pedroso,
surge a partir dos anos 1970, junto com o movimento feminista, e procura mostrar o
aborto como um direito da mulher. "Ao mesmo tempo em que se apresenta essa política neomalthusiana, cresce o conhecimento sobre a fisiologia humana e, consequentemente,
se fortalecem as posições contrárias ao aborto. A estratégia de tratar a questão como
direito sexual reprodutivo não deu o resultado esperado", disse ele.

O Poder Executivo através dos ministérios tem ditado normas técnicas de redução de
danos em casos de aborto. Trata-se de um instrumento de manipulação, um modo de
apresentá-lo como fato consumado para vencer a repugnância da sociedade.

Denuncia grave

O advogado relatou que, através do Ministério da Saúde, um protocolo autorizaria
médicos do serviço público a ensinar as mulheres a usar medicação de resultados
abortivos (Cytotec) e ministrar nas pacientes antibióticos para dar mais segurança ao
processo. “Essa medida enfrenta um obstáculo instransponível: o artigo 29 do Código
Penal, que trata dos partícipes de um crime. E, nesse caso, o Ministério Público será
obrigado a atuar contra o médico”, alertou Pedroso.

E para a alegria desse movimento Anti Vida e com anuência do estado, o aborto deixa de
ser uma questão religiosa para tornar-se uma ilicitude. "É uma espécie voltando-se contra
si mesma" concluiu o advogado Rodrigo pedroso.

Como vemos, a situação é pior que imaginamos, quando vejo profissionais se omitindo
com medo de perder seu diploma, de perseguição, ou outros por ego, não querendo ajudar
colaborar fazer parte me revolta, porque sabemos que podemos mudar isso, mas quem
realmente Deus colocou poder para mudar se omite pelos mais ignorantes motivos.

Parabéns São Paulo assembleia legislativa por fazer acontecer um seminário em meio às
eleições, sem egoísmo fazendo valer seus princípios defendendo a vida.

Marisa Lobo

Psicóloga e Cristã



Em Cristo Marisa Lobo

ACPPF- Associação de Psicólogos e Profissionais Pró Família.
Marisa Lobo (41) 78173494- (41) 33671245 marisalobo@psicologiacrista.com.br
Curitiba-Paraná
@marisa_lobo face: marisalobopsic
Blog:marisalobo.blogspot.com
Breve teremos nosso próprio site.
“Abre a tua boca a favor do mudo, pelo direito de todos os que se acham em desolação.”
(Provérbios 31.8)

ADENDO ADHT - AVISO AOS CRISTÃOS :
Caros irmãos, devemos estar bem atentos a várias
reclamações sobre Deputados Federais Cristãos que
apenas falam, mas na hora de fazer, de votar matérias
de importância como foi a "Lei da Palmada" e outras,
pularam fora para não se exporem. Não queremos estes Deputados mais no Congresso. Conclamamos ao povo
Cristão que não votem em alguns deles que nada tem
feito a favor do povo Brasileiro. Mal deputado deve
ficar em casa e nunca mais usarem a tribuna. Lugar de
covardes não é no Congresso e nem no Senado, muito menos em qualquer dos três poderes nos três níveis:
federal, estadual e Municipal.
SEJA UM CRISTÃO ESPERTO QUE
SAIBA EXERCER BEM SUA
CIDADANIA. NÃO CAIA NAS LÁBIAS DESTES FALSOS CRISTÃOS, APROVEITADORES, QUE NÃO
CUMPREM COM SEUS DEVERES.

Fonte: http://defesa-hetero.blogspot.com.br/2012/09/marisa-lobo-ser-contra-simplesmente-nao.html#.UGuoATxZVX0



Divulgação:


Nenhum comentário:

Postar um comentário