sexta-feira, 4 de maio de 2012

Militantes Gays são extremamente desequilibrados, agressivos e violentos contra aqueles que não pensam como eles. Os cristãos são agredidos e nem por isso atacam as pessoas como os militantes gays!



Bispo evangélico é criticado por militantes gays por afirmar que “as Escrituras condenam a homossexualidade”


Bispo evangélico é criticado por militantes gays por afirmar que “as Escrituras condenam a homossexualidade”

O bispo TD Jakes da The Potter’s House em Dallas, Texas, participou do programa apresentado por Oprah Winfrey, durante o quadro “Oprah’s Next Chapter” (Próximo Capítulo de Oprah, em tradução livre) ele falou sobre o seu ministério, casamento, e como ele lida com os críticos.

Líder de uma igreja com cerca de 30.000 membros, Jakes afirmou durante o programa que os atos homossexuais são condenados nas Escrituras e não é seu trabalho como um pastor dar opiniões pessoais.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Durante a conversa, trazendo à tona acusações de algumas pessoas não bem-vindas pela mega igreja de Jakes, a apresentadora perguntou a Jakes se todas as pessoas seriam abraçadas em sua igreja, e explicou a pergunta afirmando: “Porque você sabe que você foi acusado de dizer que as pessoas gays não seriam bem-vindas”.

“Isso não é verdade”, respondeu o bispo, que completou dizendo que “a percepção em nossa sociedade hoje é que se você não disser que você é a favor do casamento homossexual ou se você disser que a homossexualidade é um pecado você é homofóbico e você é contra os gays” “E isso não é verdade” ressaltou Jakes, que continuou dizendo: “Eu não sou chamado para dar minha opinião. Eu sou chamado como um pastor para dar a posição bíblica sobre isso”, acrescentou o pastor. “Não significa que eu tenho que concordar com você para te amar. Eu não desprezo ninguém. Eu amo todo mundo”.

Em seguida a apresentadora perguntou ao líder religioso se ele pensa que ser gay é pecado, ao que ele respondeu: “Eu acho que o sexo entre duas pessoas do mesmo sexo é condenado nas Escrituras, e enquanto ele for condenado nas Escrituras, eu não posso dizer o que acho. Eu preciso dizer o que a Bíblia diz”.

“Eu não sou particularmente político. Eu não sou particularmente denominacional. Eu não estou preocupado com nada disso. Eu não sou anti-gay, eu não sou anti-nada. Eu não quero nem mesmo ser conhecido por aquilo que eu sou contra”, acrescentou, dizendo que quer ser conhecido por aquilo que ele é a favor: “Eu sou a favor de pessoas que se melhoram, não importa quem eles são e onde estão, fazendo tudo o que podem para ser tudo o que podem ser”.

Tachando o pastor como hipócrita, seus críticos responderam à sua entrevista no programa afirmando que as declarações do religioso são “homofóbicas” e “anti-gays”.

Rich Juzwiak do site Gawker.com escreveu um artigo sobre o bispo intitulado “Pastor Anti-Gay não quer ser conhecido por ser anti-gay”, e afirma que, “discordar” dos gays, é na verdade um “desacordar com algo que é fundamental para sua existência: como eles se amam”. Em seu artigo ele insinua ainda que possuir uma visão bíblica sobre a homossexualidade “valoriza uma instituição mais que os seres humanos que vão amar uns aos outros e estar juntos de qualquer maneira, como acontece desde a aurora dos tempos”.

Segundo o The Christian Post, a publicação gay, Dallasvoice.com, foi ainda mais contundente nas críticas a Jakes, afirmando que ele “está condenando a incontável juventude LGBTQ que está entre o rebanho da Potter’s House, talvez empurrando a alguns para mais perto do suicídio”.

Fonte: Gospel+

http://noticias.gospelmais.com.br/bispo-evangelico-afirma-escrituras-condenam-homossexualidade-33509.html

 
Divulgação:

http://cultura-calvinista.blogspot.com/

http://metodologiadoestudo.blogspot.com

http://direitoreformacional.blogspot.com

http://biologiareformacional.blogspot.com  

Nenhum comentário:

Postar um comentário