quarta-feira, 18 de abril de 2012

O trabalho, a Mulher, e as tendências do futuro

O trabalho, a Mulher, e as tendências do futuro

by O. Braga

[mini-ensaio / 1438 palavras]



O que o nosso tempo nos pede é a coragem de uma autêntica revolução cultural.

Hoje é comummente aceite, mesmo pela direita dita “conservadora”, que o facto de a mulher trabalhar fora de casa [aqui entendido como “trabalho externo”] é um direito positivo [que implica a existência de um “dever”], enquanto que se a mulher ficar em casa a cuidar dos filhos, da família, ou trabalhar em comunidades restritas [aqui entendido como “trabalho institucional”], exerce um direito negativo [que implica a existência de uma mera opção]. Ou seja: na cultura coeva e nas leis, quando a mulher trabalha fora de casa, cumpre um dever; e se trabalha em casa, fá-lo por opção, ou, como se diz agora, por um “estilo alternativo de vida”.

Ler mais deste artigo:
http://espectivas.wordpress.com/2012/04/18/o-trabalho-a-mulher-e-as-tendencias-do-futuro/#more-42722

O. Braga
Quarta-feira, 18 Abril 2012 at 1:14 pm
Tags: criança, Direito, Distributismo, família, mulher, Trabalho
Categorias: ética, cultura, economia, Política, Sociedade
URL: http://wp.me/p2jQx-b74


Divulgação: http://cultura-calvinista.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário