terça-feira, 27 de março de 2012

A Federação Espanhola das Mulheres Progressistas despede uma sua funcionária por estar grávida

A Federação Espanhola das Mulheres Progressistas despede uma sua funcionária por estar grávida


by O. Braga

"La Federación de Mujeres Progresistas despide a una de sus trabajadoras por quedarse embarazada."



via La asociación feminista del PSOE despide a una mujer por quedarse embarazada - Libertad Digital.



A Federação Espanhola das Mulheres Progressistas, ligada ao Partido Socialista espanhol, despediu uma sua funcionária porque entretanto esta ficou grávida. Em termos objectivos, o que isto significa é que uma mulher "progressista" deve negar a sua própria natureza e não ficar grávida; e significa que a mulher "progressista" deve ir ao encontro das ideias do patrão que despede uma trabalhadora por esta ficar grávida.



A mulher progressista é a maior aliada que um patrão machista e desumano pode ter.

O. Braga
Sexta-feira, 9 Março 2012 at 7:52 pm
Categorias: aborto, ética, cultura, feminismo
URL: http://wp.me/p2jQx-aDX

Comentário See all comments




Divulgação: http://cultura-calvinista.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário