segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Bebê contrai paralisia infantil após tomar vacina contra pólio em MG

Bebê contrai paralisia infantil após tomar vacina contra pólio em MG
José Maria Tomazela

SOROCABA — Uma criança de um ano e quatro meses apresentou sintomas de Paralisia Flácida Aguda depois de ter tomado a vacina contra poliemielite, em Pouso Alegre, no sul do Estado de Minas Gerais. Apesar de ter sido diagnosticado em março deste ano, o caso só chegou ao conhecimento do Ministério da Saúde no dia 26 de agosto.

 
A doença foi diagnosticada por um neuropediatra da cidade, que notificou a Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com a Secretaria, no dia 24 de maio, o caso foi notificado à Gerência Regional de Saúde (GRS), braço da Secretaria Estadual de Saúde (SES) no município. A Secretaria da Saúde de Minas Gerais trata o caso como suspeito e aguarda o resultado de exames complementares.

Conforme o relato da mãe da criança, Sidnéia Branco Teixeira, o menino começou a apresentar os sintomas alguns dias depois de tomar a vacina, em novembro do ano passado. No início, a criança ficou com febre que perdurou uma semana. Passados 15 dias, as pernas apresentaram sinais de paralisia, mas a mãe achou que podia ser efeito normal da vacina.

Como o sintoma persistiu, ela procurou um pediatra. A mãe contou que a caderneta de vacinação da criança está em dia, com todas as doses de vacina recomendadas. O neuropediatra Walter Luiz Magalhães diagnosticou os sintomas da paralisia em março. O tipo de paralisia apresentado, segundo ele, pode ser decorrente do vírus atenuado da poliomielite, presente na vacina.


Divulgação: www.juliosevero.com











 
 
 
Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com/

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA REFORMADA

Reformar a Sociedade Brasileira através da Reforma da Educação
e Cultura a partir da Cosmovisão Cristã, Reformada e Calvinista.

http://educacaoeculturareformada.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário